Portões para proteger e ornamentar

Todo Portal é uma entrada principal que permite a transição de um lugar para outro. Em forma de porta, pórticos ou portões, pode ser destaque em fachadas de prédios, templos e entradas de espaços diversos, cuja função é proteger ao mesmo tempo que pode ser visto como um convite à entrar.

No âmbito dimensional um portal é considerado também como uma dobra no espaço, ou uma abertura cósmica que permite uma fusão de espaços possibilitando a passagem de uma dimensão para outra. Conhecidos como “janelas do tempo” ou “abertura interdimensional”, os portais são ligados ao Universo no sentido de uma grande teia ou rede, onde todos podem compartilhar as emoções e sentimentos que são considerados como energias cósmicas numa dimensão em que o tudo se relaciona com todos.

Em lares e jardins, o portão é um elemento que pode instigar a curiosidade e a vontade de entrar para conhecer  Universos particulares por ele protegidos como um portal.

Você já se deparou alguma vez com um portão que despertou sua curiosidade e vontade de entrar e dar uma espiadinha? Pois é, até mesmo um simples portão pode despertar esse sentimento de curiosidade ou não, dependendo do modo como seu entorno  é tratado. Uma fachada e um jardim tratados com desleixo, despertará no mínimo  indiferença e desprezo.

Para ilustrar este tema, trago alguns exemplos de portões que poderão despertar sua inspiração para criar, modificar ou simplesmente dar um toque especial ao portal do seu universo particular.

A forma redonda da alvenaria fechada com o delicado trabalho em ferro fundido, confere beleza convidativa a este portão.

 

Neste exemplo, a rusticidade artesanal do portão + a exuberância das plantas bem
tratadas a sua volta criam uma atmosfera que instiga a curiosidade até dos mais distraídos.

 

Sofisticado, este portão com ares orientais perfeitamente integrado com as
plantas ao seu redor, é por si só um convite à contemplação.

 

Neste exemplo o bambu não só entra, mas também rouba a cena
com a delicadeza e o charme oriental.

 

A simplicidade caprichosa deste portão integrado ao caramanchão florido
cria uma atmosfera romantismo e afeto.

 

Rústico e caprichado, neste portão só falta uma trepadeira bem florida
para alegrar e trazer vida.

 

Já este exemplo, remete ao mistério, que universo encontraremos ao entrar…?

Como local de passagem o portão se abre para um mistério, tendo portanto, valor psicológico e dinâmico, pois não só indica uma passagem, mas convida a atravessá-la…

Símbolo da determinação e da passagem entre dois campos diferente um portão é como um portal que significa uma transição para um novo espaço de experiência. Instiga a curiosidade e pode fazer com que queiramos atravessá-lo ou não. A passagem a qual ele convida é simbolicamente, domínio do sagrado, assim como deve ser o nosso refúgio no mundo.

Abraços,
Sejamos Felizes!

Imagens: Web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *