Arte para despertar o Amor

A palavra “amor”, presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, inclinação, atração, paixão, querer bem, conquista, desejo, etc. Pode ser caracterizado como o nível ou grau de responsabilidade, utilidade e prazer com que lidamos com as coisas e pessoas conhecidas. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém ou com algum objeto que seja capaz de receber esse comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para sua motivação e manutenção. É tido por muitos como a maior de todas as conquistas do ser.

Conquistar as pessoas com sua arte através do amor é o que deseja o artista David Allen, para que o mundo seja um lugar melhor… simples assim.

David Allen é um artista que cria instalações em espaços públicos para trazer felicidade para as pessoas. Segundo ele, seu objetivo como artista é bem simples: “Criar obras de arte inspiradoras todos os dias, obras que façam as pessoas sorrirem, e por sua vez, tornam o mundo um lugar melhor.”

Suas obras são instaladas em espaços públicos como áreas ao lado de estradas, pontes, lagos, praias e em qualquer lugar onde possam ser vistas por pessoas, dentre elas alguém que precise de inspiração para sua vida.

 

“Meu trabalho tem por objetivo melhorar a consciência coletiva do mundo, mesmo que seja apenas uma pessoa de cada vez. As imagens que eu crio para fora do meio natural são um reflexo dos meus próprios trabalhos internos e desejos para um planeta mais feliz, mais amoroso e pacífico. Todas essas instalações são criadas apenas com o que está diretamente disponível na época, e como com a vida, sou forçado a me contentar apenas com o que tenho.” (David Allen)

Saiba mais sobre o trabalho de David Allen AQUI.

É sem dúvida um alento deparar com manifestações de amor, mesmo que simbólicas, no corre corre do nosso dia a dia. E que bom que existe o amor para aplacar tantos males que persistem pelo mundo…

O poder que o amor exerce no comportamento ao produzir contextos e gerar estímulos para agir de forma correspondente, reforçando essa disposição, é um dos motivos pelo qual esse sentimento tem sido tão retratado através de diversas formas de comunicação ao longo da história da humanidade.

O amor é criativo e desenvolve-se através da sua própria expressão, de modo que, não pode gastar e desta forma, amor gera amor. O amor pode se manifestar através da capacidade de sentir a vida, de sonhar, de apreciar a arte, a música, o silêncio, a natureza, pois ele nos coloca em contato com o que existe de melhor na essência humana.

Como uma ferramenta transformadora, se esse sentimento poderoso pode revolucionar o ser, quem dirá o mundo!

Abraços desejosos de que possamos permitir que o amor ilumine nossa vida e a vida de nosso semelhante, certamente mudanças boas virão.

Fontes: Lost e minor. my modern met, wikipedia. stone point studio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *