Móveis para áreas externas – dicas de como escolher

Com tantos avanços em materiais e tecidos para utilização ao ar livre, não precisamos mais sacrificar estilo e conforto para se ter durabilidade. Existem no mercado atual, novas configurações que além de seduzir o olhar com características estéticas de beleza e qualidade singular, também proporcionam conforto transformando os espaços ao ar livre em lugares desejados para estar e usufruir de diversas maneiras.

Confira abaixo dicas para encontrar equilíbrio entre o estilo perfeito, durabilidade e conforto ao escolher móveis para compor um ambiente ao ar livre.

Ao escolher móveis para utilizações como receber os amigos e familiares para almoços, jantares e reuniões, ou para simplesmente relaxar ao ar livre, móveis modulares são uma boa pedida, pois oferecem a opção de reconfigurar o espaço de estar de acordo com cada ocasião.

Os melhores mobiliários de exterior são aqueles construídos com materiais de qualidade marinha, que podem suportar variações de temperatura, água salgada, vento e chuva, oferecendo maior resistência à corrosão.

 

Madeira

Se optar por móveis de madeira, verifique na loja se a madeira já vem tratada. No caso de não ser tratada ou de você querer aproveitar algum móvel que já tenha, existe um tratamento feito com aplicação de uma camada acrílica sobre a madeira que aumenta sua vida útil quando totalmente exposta ao sol, chuva e umidade.

As madeiras mais resistentes são as teka, cumaru, ipê, jatobá, carvalho, eucalipto, mas em todas é recomendável uma manutenção passando óleo de peroba ou linhaça todos os meses.  Madeiras também podem ser revestidas com um produto selador, impregnante que promove uma impermeabilização protegendo a madeira, seu nome é Stain e é encontrado em lojas de tintas e materiais de construção em geral.

 

Alumínio

Um material que vem conquistando muitos adeptos é o alumínio que tem sido muito usado em móveis e objetos para áreas externas em virtude de sua resistência e leveza e que, além de não necessitar muitos cuidados quanto a manutenção, é bem versátil com relação ao design. Ao optar pelo alumínio, escolha preferencialmente o natural sem coloração, pois com o uso e a exposição ao tempo as cores podem desbotar.

 

Fibras Naturais e Sintéticas

Uma opção que agrada bastante são os móveis feitos com tramas naturais como o junco, rattan, vime e outros, que atualmente tem sido copiados pelas fibras plásticas com efeito muito semelhante, mas com a qualidade de resistir ao sol e a chuva oferecendo maior durabilidade além de terem um acabamento bonito.

 

Tecidos

Ao escolher tecidos, procure os que contêm estabilizadores UV,  porque resistem ao desbotamento da luz solar e que também contribui para a repelência à água, permitindo que a mesma escorra para fora das superfícies, pois evita a imersão através das fibras promovendo uma secagem rápida. Esses tecidos são impermeabilizados e por isso, fáceis de lavar além de serem mais resistentes ao calor e a umidade. Sintéticos, vinil ou couro náutico são as melhores opções.

Com relação as cores e estampas para os tecidos, lembre-se que a área externa é uma continuidade da casa, por isso escolher cores e estilos que estejam em sintonia com a decoração existente é certamente a solução que trará resultados mais harmoniosos ao conjunto. Na dúvida, prefira cores mais neutras como os tons crús e fendi que não tem erro.

Quanto as cores escuras, como azul marinho, preto, marrom, etc, se você pretende escolher alguma, saiba que estas cores absorvem muito o calor e desbotam com mais facilidade quando exposta ao ar livre. Já as estampas são bem vindas, pois agregam descontração aos ambientes externos, o que combina muito bem com laser e relaxamento.

Existem inúmeras opções de móveis para áreas externas no mercado, mas seja qual for a sua escolha, não leve apenas em conta os fatores estéticos. Investigue sobre os materiais, resistência, durabilidade e necessidades de manutenção de cada um. E se possível, prefira sempre deixar madeiras, pufes e tecidos sob uma cobertura, melhor ainda, se puder, ter um local para recolher e guardá-los quando não estiverem sendo usados.

Abraços,
Sejamos Felizes!
Imagens: Seleções Pinterest.

Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!

Um comentário para “Móveis para áreas externas – dicas de como escolher

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *