Divino Cravo

cravored

Variedade de cores intensas + perfume agradável e suave + romantismo simbólico = Flor com nome Divino: Cravo

Seu nome botânico, Dianthus caryophyllus, é  composto por duas palavras gregas juntas: “dios” (Deus) e “anthus” (flor), o que dá ao Cravo status de flor divina. O Cravo é uma flor dotada de forte simbolismo.

Muito mencionada pela mitologia grega e romana, o Cravo recebeu o nome de “Flor de Júpiter” por apresentar características similares ao deus, o que representa para a mitologia romana o mesmo que Zeus representa para a mitologia grega.

O cravo simboliza ainda,  paixão, desejo e romance. Na arte, esta simbologia fez do Cravo a escolha de muitos pintores renascentistas para ilustrar representações de noivados e cenas românticas. Também em pinturas religiosas a flor aparece simbolizando a pureza da Virgem Maria e o sofrimento de Cristo.

cravos_brancos

Como flor de corte

O Cravo destaca-se tanto sozinha quanto misturada com outras flores em arranjos florais. as flores delicadas do Craveiro oferecem formas variadas compostas por pétalas excepcionais que podem ser redondas, dentadas, dobradas e franjadas nas bordas. Com uma gama impressionante de cores, o Cravo colore os espaços com verdes, roxos profundos, vermelhos claros e escuros, amarelo suave e fluorescente, champanhe, laranjas quentes e brandos, rosas, salmão, branco, etc., e mais inúmeras combinações em espécies bicolores.

cravocard

  • No vaso, como flor de corte: retire todas as folhas que forem ficar submersas.
  • Corte em chanfro/diagonal um centímetro do caule das flores.
  • Troque a água a cada dois dias.
  • Mantenha suas flores em locais arejados e bem iluminados.

Originária das regiões mediterrâneas da Europa e Ásia, o Cravo é uma planta herbácea perene que pertence á família das cariofiláceas, a mesma da cravina. Seu aroma peculiar é muito apreciado e utilizado na fabricação de perfumes e incensos.

cravobic

No Jardim

De fácil cultivo, sua reprodução mais comum é por semente.

  • Utilize uma parte de terra comum, uma parte de terra vegetal e duas partes de composto orgânico.
  • As variantes das plantas Dianthus caryophyllus, podem ser anuais ou perenes.
  • gostam de solos arenosos, férteis e bem drenados e podem ser cultivados a pleno sol ou meia sombra, sendo uma excelente planta para compor belos maciços (grande número de um mesmo tipo de planta) e bordaduras (conjuntos de plantas usadas para delimitar canteiros).

cravo-chabaud-rosa-flor-p-mudas-vaso-solo-jardim-553001-MLB20265284783_032015-F

Flores e plantas são presenças silenciosas; alimentam todos os sentimentos, salvo o ouvido. (Mary Sarton)

Abraços! Sejamos Felizes!

Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa idéia! Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *