Feng Shui – conexão com tudo que nos rodeia

 

Quando conheci o Feng Shui, logo me interessei, pois percebi que o foco de sua aplicação estava na obtenção de harmonia e equilíbrio nos espaços em que habitamos. À medida em que fui estudando, encontrei cada vez mais coerência no conceito e credibilidade na sua aplicação.

b

Para mim o Feng Shui é o estudo do movimento da energia e como ela flui nos espaços que habitamos através dos elementos: cores e formas, afetando todos os aspectos das nossas vidas. Ele nos ajuda a compreender que nossas casas são extensões diretas de nós mesmos, como espelhos que refletem quem somos.

Nesse sentido, para mudarmos e melhorarmos nossas vidas, temos que estar cientes de nossa conexão com tudo o que nos rodeia. Para criar um novo futuro que contenha uma vida com qualidade, devemos considerar como representar esses desejos em nossa casa.

b1

Já vimos aqui no “Jardim” que, a Psicologia Ambiental estuda como as características dos ambientes interagem com as características psicológicas dos sujeitos e que implicações essa interação tem nas representações, na cognição e no comportamento humano. Ambiente é todo o entorno que nos rodeia, os diversos espaços físicos nos quais convivemos, bem como seus estímulos como o ar, os sons, paisagens etc.

A influência do ambiente físico sobre os indivíduos é de extrema importância, pois se trata de um sentimento que nem sempre é percebido conscientemente. Os impactos dos ambientes físicos provocam sensações que fazem com que os efeitos sejam sentidos, mas nem sempre conscientemente percebidos. Esta característica nos impede de percebermos o quanto o ambiente físico é responsável por impactos tanto negativos quanto positivos na nossa qualidade de vida. Mas, certamente muitos de nós já nos percebemos mais felizes em ambientes amplos e iluminados, do que em ambientes fechados e escuros. Devemos também já ter reparado como é difícil ser práticos morando ou trabalhando em ambientes bagunçados e mal cuidados. Sensações de bem estar contribuem para elevar nossa qualidade de vida, por isso, devemos estar atentos a tudo o que nos rodeia para percebermos conscientemente de que forma nos afetam e como podemos  buscar soluções necessárias ao nosso bem estar.

Isso que a Psicologia moderna estuda na contemporaneidade, tem sido estudado através de observações de como o espaço externo e interno afetam diretamente a vida das pessoas há milhares de anos através da filosofia milenar do Feng Shui.

b2

Num mundo onde tudo se transforma, porque tudo que existe nele é energia, o que mais vemos é energia mal empregada. Tomando por base a natureza humana, que faz com sejamos seres em constante transformação desde que nascemos, tudo o que existe dentro de nós pode ser mudado para melhor ou para pior. E, se podemos mudar o que temos por dentro, também podemos mudar o que existe por fora, ou seja, podemos mudar o lugar onde habitamos. Ao habitarmos um lugar onde haja equilíbrio e harmonia, seremos afetados por sensações positivas, que nos confortarão ao mesmo tempo que nos incentivarão na busca de uma vida que tenha qualidade e Bem Estar.

Com origem na China há pelo menos três mil anos a corrente de pensamento que originou o “Feng Shui” cujas palavras significam “Vento e água”, estuda a influência do espaço no nosso bem estar e a forma como os locais onde vivemos e trabalhamos se refletem na forma como nos sentimos.

Os conhecimentos do Feng Shui, possibilitam a compreensão de como a energia flui no espaço circundante. Ao analisarmos o excesso e estagnações desta mesma energia e como ela nos afeta através de sensações positivas ou negativas, podemos fazer as correções necessárias para a obtenção de equilíbrio e harmonia nos espaços onde vivemos que consequentemente se refletirão em muitos campos das nossas vidas como emocionais, financeiros, familiares, saúde, etc. O simples ato de mudar a cor de uma parede, reordenar a disposição do mobiliário ou colocar plantas naturais numa determinada posição, poderá mudar substancialmente a condição energética da nossa habitação e, consequentemente, de nós próprios.

b5

Os Chineses antigos acreditavam na existência de ordem e equilíbrio no mundo, e que seguindo certos procedimentos individuais seria possível atrair boa sorte para eles próprios. O conceito de uma vivência em harmonia com o ambiente é uma idéia comparativamente nova no Ocidente, mas há milhares de anos tem sido praticada no Oriente. Com base em observações durante milênios, a história só tem confirmado que a aplicação desta filosofia milenar tem dado certo.

b6

Na sociedade moderna Ocidental, o Feng Shui tem se tornado, cada vez mais, uma alternativa válida para um número crescente de pessoas, devido as mudanças reais que tem imprimido em suas vidas. As aplicações práticas nas áreas do Design de Interiores, Design de Exteriores, Arquitetura, Paisagismo e Urbanismo, são cada vez mais procurados tanto no âmbito particular quanto no empresarial.

bagua

Experimentar o Feng Shui em todas as áreas da vida, não fará milagres surgirem da noite para o dia, até mesmo porque, na vida tudo é construção e perseverança. E, nesse sentido, é coerente considerar que aquilo que queremos para nossa vida deve estar refletido ao nosso redor, na forma como tratamos os ambientes em que vivemos, assim como tratamos a nós mesmos, pois como tudo que existe é regido por energia, energia boa só atrairá mais energia boa.

b7

Abraços,
Sejamos Felizes!

Este é o primeiro post sobre esse assunto que pretendo abordar em outros futuros com dicas de harmonização dos ambientes pautadas pelo Feng Shui.

Se você tem interesse pelo assunto recomendo os seguintes livros:

  • Feng Shui para principiantes – Richard Webster.
  • O Livro do Feng Shui – Mestre Lam Kam Chuen.
  • Feng Shui – Guia ilustrado – Lillian Too
  • Feng Shui – Decoração de Interiores – Sarah Rossbach.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *