Luzes no jardim – Dicas de iluminação

Com a busca e valorização pelos espaços ao ar livre em Alta, prolongar o uso destes espaços é fundamental e isso só pode ser obtido através de uma boa iluminação que, além de valorizar os principais pontos do cenário, também permita o uso do Jardim a noite.

Internos, externos, residenciais, públicos ou comerciais, os Jardins vêm se tornando, cada vez mais, parte integrante do contexto arquitetônico. E, dentro deste contexto, desenhar com a luz tem sido um recurso necessário para sua valorização, pois explora toda a espacialidade e sedução dos ambientes quando a iluminação natural não se faz presente.

Quando se trata de iluminar o seu jardim é preciso planejar bem e utilizar soluções de boa qualidade. O Jardim pode ser considerado como um cenário onde a iluminação é um rico instrumento plástico e expressivo, necessário para prolongar o uso do espaço no período noturno, complementando-o através da visibilidade, pois sem a luz, os elementos que compõem o cenário não poderiam ser vistos nem sentidos esteticamente e por que não dizer, espetacularmente!?!

Mas, cuidado, quando digo “espetacularmente”, não quero dizer exageradamente, pois a boa iluminação de um Jardim deve ser cuidadosa e muito discreta para não se tornar muito dominante e excessiva, gerando saturação e fadiga ao roubar do Jardim seu aspecto relaxante. Por isso, trago para este post, algumas dicas sobre alguns tipos de iluminações mais utilizados em áreas externas com Jardins, para que você conheça as possibilidades que poderão ser consideradas na hora de pensar numa iluminação que valorize seu Jardim e possibilite o prolongamento prazeroso do seu uso no período noturno.

  • Upligthing –

Este efeito pode ser usado para valorizar as copas de árvores ou grandes arbustos, quando a luz é posicionada diretamente abaixo destas estruturas vegetais, criando um efeito dramático valorizando suas copas.

  • Downlighting –
Neste efeito a luz é posicionada acima da copa da árvore iluminando a área geral abaixo dela.
  • Crosslighting –

Um recurso bem interessante é o uso de um holofote fixo ou luz direcional que é projetada para dar destaque a algum ponto do Jardim ou objeto como uma peça de escultura ou um detalhe d’água, etc.

  • Moonlighting – 

É um termo usado para descrever as luzes que são fixadas em árvores, brilhando diretamente para baixo elas imitam o efeito da luz da lua.

  • Wall-Spothingth – 

É um recurso usado para lançar um foco de luz sobre uma área de parede ou muro. Esse recurso pode ser utilizado para realçar um detalhe interessante da parede ou simplesmente como medida de segurança.

 
  • Silhouething –

Esse efeito é produzido por luzes posicionadas atrás de uma árvore ou objeto para lançar uma sombra sobre uma parede.

  • Caminhos iluminados –
Existem vários recursos para iluminar caminhos, degraus, que balizados evitarão acidentes impedindo deslizamentos e quedas, além de destacar sutilmente os contornos do Jardim sinalizando seus percursos.
A luz tem a função orientativa no sentido de conduzir e indicar caminhos para o deslocamento seguro, além de permitir a contemplação do espaço projetado por meio do sentido da visão desencadeando sensações de relaxamento e prazer durante a utilização do Jardim. Por isso, estabelecer uma harmonia entre as questões funcionais e estéticas é um fator importante quando se trata de iluminação para áreas externas.
Ao pensar na melhor forma para iluminar seu Jardim, sua primeira consideração deve avaliar como será a função de cada luz. Por exemplo, luz para sinalizar um caminho, Luz para dar destaque a uma entrada ou ponto especial do jardim, luz decorativa, etc.  O planejamento luminotécnico não possui regras fixas, pois a iluminação do Jardim pode seguir os mais diferentes estilos, nesse sentido, a iluminação adequada pode dar personalidade às áreas externas valorizando-as e dando destaque aos detalhes do paisagismo criando uma atmosfera de segurança e prazer.
Abraços,
Sejamos Felizes!
Imagens: Web
Lembrou de alguém que gostaria desse post? Espalhe essa ideia! Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *