Vantagens de se ter um Jardim Aromático

Um jardim perfumado é muito especial, pois aguça sentidos como o olfato que traduz sensações de bem estar quando nos lembramos dos cheiros de lugares, de comidas, de pessoas, etc., que nos marcaram positivamente. O olfato é o sentido mais ligado às emoções e à memória, e, conforme Scardua (2011, s.p):

(…) a relação entre cheiro e emoção pode ser entendida a partir da investigação do processamento das informações olfativas pelo sistema sensorial. Quando sentimos um aroma, de imediato as amígdalas trabalham e relacionam aquele odor à ação que está ocorrendo ou como nos sentimos naquele momento. O cheiro é então, guardado na memória acompanhado da emoção que rege o sentimento que estamos vivenciando naquele momento. Quando voltamos a sentir o mesmo cheiro a memória afetiva é ativada, e a conexão entre o aroma e a emoção correspondente torna-se perceptível. É por isso que, às vezes, somos acometidos pela lembrança de uma situação passada na presença de determinados odores.

Rosas, gardênias, lavandas, dama-da-noite, Jasmins, e por que não ervas aromáticas?

Nosso reconhecimento dos cheiros é oriunda não só de fatores biológicos. Fatores de ordem socioculturais também influenciam psicologicamente a identificação de um aroma, ou seja, o reconhecimento está intimamente ligado a história de vida de cada um. O que nos permite dizer que muito do que definimos como aroma é memória afetiva. Isso explica que o cheiro exerce um papel fundamental nos processos de interação sócio-afetiva entre os seres humanos, e é quase impossível dissociar cheiro de afeto! Já pensou que delicia ser lembrada através dos cheiros que as pessoas do seu convívio guardam do seu Jardim na memória? Use e abuse dos sentidos, mescle flores e ervas aromáticas e crie seu Jardim Aromático para ser sentido e lembrado.

Combinações de aromas florais com ervas, por exemplo, podem dar um toque todo especial a qualquer cantinho. São muitas as espécies que podem trazer perfume aos seus ambientes como a varanda, o Jardim ou outro cômodo da casa. Segundo os especialistas, as ervas aromáticas possuem efeitos terapêuticos que entram através das células sensíveis que cobrem as passagens nasais, chegando direto para o cérebro. Dessa forma afetam as emoções atuando no sistema límbico que também controla as principais funções do corpo.

As vantagens de se ter um Jardim Aromático não se restringem ao aguçamento do nosso sentido olfativo. Nas suas mais variadas formas delicadas,  muitas ervas aromáticas produzem flores delicadas que conferem beleza aos ambientes, além de proporcionar também o aproveitamento de suas propriedade em temperos, chás e usos “terapêuticos caseiros”. A maioria delas é de pequeno porte e todas são muito fáceis de cultivar, podendo ser plantadas em diversos modelos de vasos, jardineira bem como em canteiros no Jardim.

  • Para o plantio de ervas aromáticas o solo deve ser leve, ou seja, não deve ser muito denso, e sim, fofo, poroso, bem drenado e arejado, itens que contribuirão para a melhor circulação do ar e da água que são essenciais ao desenvolvimento saudável das plantas.
  • A mistura recomendada para o plantio tanto em vasos como jardineiras é de 1/3 de terra comum + 1/3 de adubo orgânico + 1/3 de areia grossa lavada.
  • Mas antes de encher os vasos ou jardineiras com essa mistura, os prepare colocando no fundo uma camada de argila expandida, coberta por um pedaço de manta (bidin) para garantir uma boa drenagem e impedir que a terra obstrua a saída de água.
  • Veja tutorial abaixo.

Alecrim, camomila, melissa, hortelã, manjericão, etc., são algumas sugestões de plantas aromáticas cujas propriedades e possibilidades de uso caseiro em temperos, chás, banhos, etc., valem muito e são de fácil plantio e manutenção para você ter sempre a mão. E para auxiliar a sua escolha, darei algumas descrições sobre as principais características e propriedades de cada uma.

Alecrim:

Seu nome científico é Rosmarinus oficinalis L. Planta arbustiva perene que pode chegar a 2 metros de altura, mas não se assuste, ele também se adapta a pequenos espaços como vasos e jardineiras. Seu uso em temperos é bastante apreciado para carnes brancas, bem como para aromatizar azeites e molhos. A planta ainda possui inúmeras propriedades terapêuticas: digestiva, anti-inflamatoria, fortificante, estimulante, entre outras. Saiba mais AQUI.

Camomila:

Seu nome científico é Matricaria recutita. A Camomila é uma planta anual, ereta e muito ramificada podendo atingir 0,50 centímetros de altura até o topo de suas flores brancas e amarelas. Possui aroma delicado, porém intenso e doce, capaz de perfumar grandes ambientes. Seu chá tem propriedades calmantes e digestivas, sendo muito bom para suavizar olheiras. Saiba mais sobre suas propriedades terapêuticas AQUI.

Melissa:

Cientificamente conhecida por Melissa officinalis, é uma planta arbustiva cuja altura pode atingir até 0,80 centímetros. Os caules são ramificados formando touceiras a partir da base. As folhas são de um verde intenso na parte superior de verde claro na inferior. As flores, quando surgem, são brancas ou amareladas podendo se tornar rosas com o passar do tempo. Toda planta emana um aroma semelhante ao do limão. Sobre suas propriedades terapêuticas saiba mais AQUI.

Hortelã:

Seu nome científico é Mentha sp., é uma planta herbácea perene que pode atingir 100 centímetros de altura. Suas folhas são oval-lanceoladas serrilhadas, de cor verde a arroxeada, um tanto pilosas e com forte aroma refrescante. As flores são numerosas e roxas com inflorescências tipo espiga. As hortas caseiras merecem essa valiosa plantinha, que tem diversas utilizações, seja na medicina popular, seja na culinária. Saiba mais AQUI.

Manjericão:

De nome científico Ocimum basilicum, é uma planta herbácea perene, aromática e medicinal que pode atingir um metro de altura. Possue caule ereto e ramificado com folhas delicadas e ovaladas de cor verde brilhante. As inflorescências são do tipo espigadas com flores brancas, lilases ou avermelhadas. Existem mais de 60 variedades de manjericão. Muito utilizado na culinária, principalmente a italiana o manjericão possui também outras propriedades, saiba mais AQUI.

Esses são apenas alguns exemplos para você compor seu jardim, janela, quintal ou varanda com os mimos que as plantas aromáticas proporcionam. Não é difícil criar um Jardim aromático bonito, útil e perfumado. São várias as delícias que teremos ao desfrutá-lo. Então que tal experimentar? Certamente você terá uma colheita de benefícios.

Abraços, sejamos felizes!

Um comentário para “Vantagens de se ter um Jardim Aromático

  1. Eu sempre quis ter uma hortinha em casa, em especial para cozinhar. Você ter o tempero ali, à mão, fresquinho, vindo do vaso, sempre tem um sabor a mais.

    Cheguei a ver um kit na Cobasi que vende vários vasinhos, com terra, pedriscos e as sementes e ainda vem com uma mini estufa. Mas o meu medo é não conseguir cuidar direito e ela morrer. rs

    Poderia rolar um tutorial sobre como montar uma hortinha? Bem básico mesmo, para iniciantes??

    =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *