Amigas do Jardim, assim são as Joaninhas

Existem muitas reações divertidas manifestadas pelas pessoas com relação as Joaninhas. Ao contrário de outros insetos que causam repulsa, elas provocam em muitas pessoas gritos de alegria oriundos da crença de quê Joaninhas atraem sorte, o que é a mais pura verdade, pois essas criaturinhas são mais do que presságios de sorte, para os Jardins, hortas e plantações.

A maior sorte é que, as Joaninhas são amigas do Jardim, pois apesar do seu aspecto frágil são poderosas predadoras das indesejadas cochonilhas, pulgões, ácaros e lagartas.

As Joaninhas são insetos coleópteros da família coccinellidade, a mesma dos besouros, mas são pequenos e coloridos muito admirados por sua beleza, e em muitas culturas, simboliza boa sorte e fartura. Os cocinelídeos possuem o corpo arredondado, a cabeça pequena, patas muito curtas e asas membranosas muito desenvolvidas, protegidas por uma carapaça dura geralmente com cores vivas. Esse formato e colorido faz com elas sejam admiradas pela beleza frágil delicada e ingênua, que ao contrário de outros insetos que causam repulsa, dá até vontade de pegar para admirar mais de perto.

Mas, antes de continuar contando curiosidades sobre as Joaninhas, quero apresentar o fotógrafo Tomasz Skoczen que durante muitos anos se dedicou a fotografar estes insetos que conquistaram sua atenção e admiração a começar pelo Jardim do quintal da sua casa. Tomasz usa uma lente macro para fotografar esses insetos em seu estado natural, o resultado surpreende bela beleza e delicadeza como você vai conferir nas fotos ao longo do post, enquanto eu conto um pouco mais sobre como as incríveis Joaninhas ajudam a Natureza.

As Joaninhas são predadoras de pulgões, alimentando-se tanto da forma adulta quanto da larva. Uma única Joaninha pode comer mais de 200 pulgões por dia. Motivo esse que são utilizadas em larga escala para realizar o controle biológico desta praga em áreas de cultivo agrícola.

As Joaninhas são consideradas como um dos maiores predadores no mundo dos insetos por se alimentarem de afídeos, moscas da fruta, pulgões, piolhos da folha e outros tipos de insetos, a maioria deles nocivos para as plantas.

Veja como as “queridinhas amigas” da Natureza são conhecidas em algumas partes do mundo:

  • “Joaninha” – no Brasil;
  • “Coccinelle” – na França;
  • “Marienkäfer” – na Alemanha;
  • “Lady bug” – na Inglaterra;
  • “Mariquita” – na Espanha.

Voando por todas as flores e plantas em busca de alimento e lugares seguros para por seus ovos, as Joaninhas também ajudam na polinização das flores pois em seu vôo, levam com elas grãos de pólen entre uma planta e outra.

Embora seu colorido se destaque no verde das folhas, não são muito apreciadas pelos pássaros, pois exalam um cheiro ruim. E assim de flor em flor, de planta em planta, elas vão fazendo da sua vida um passeio tranqüilo pela Natureza.

Que sorte a sua se tiver Joaninhas no seu Jardim. Mas, se não tiver, uma forma de atraí-las é plantar flores que possuam forma de campânula (copo de sino) assim como os lírios e as tulipas, que são atraentes para elas, pois captam água com sua estrutura mantendo seu interior fresco, local onde as Joaninhas gostam de se abrigar durante o verão.

Erva-doce, Coentro, Cominho, Cenouras, Dente-de-Leão, Angélica, Gerânio perfumado também são plantas muito apreciadas pelas “amiguinhas do Jardim”. Mas, se você utilizar inseticidas químicos, perderá a oportunidade de observar as lindas e bem vindas Joaninhas, nem outros insetos como borboletas e abelhinhas que também são amigáveis, pois ajudam o ciclo da Natureza.

Veja mais sobre o trabalho de Tomasz Skoczen – AQUI.

Abraços,
Sejamos Felizes!

Quando as pessoas crescem, elas esquecem que Joaninha na mão era o suficiente para alegrar o coração e fazer sorrir…

(Day Anne)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *