Rancho das Flores

Como já faz algum tempo que as flores não aparecem por aqui para florir nosso Jardim e seu dia,  trago para este post  a singela poesia de Vinicius de Morais, que letrou a música “Jesus Alegria dos Homens” do erudito Bach, dando à adaptação o nome “Rancho das Flores”. Vinicius adaptou a peça erudita ao ritmo de marcha-rancho que surgiu através dos grupos de sopro das Orquestras dos ranchos carnavalescos.
Aprecie, inspire-se …

Entre as prendas com que a natureza alegrou este mundo onde há tanta tristeza a beleza das flores realça em primeiro lugar. É um milagre do aroma florido mais lindo que todas as graças do céu e até mesmo do mar. 

Olhem bem para a rosa não há mais formosa é a flor dos amantes é rosa-mulher, que em perfume e em nobreza, vem antes do cravo e do lírio e da hortência e da dália e do bom crisântemo e até mesmo do puro e gentil malmequer. 

 

E reparem no cravo o escravo da rosa que é flor mais cheirosa de enfeite sutil 

 

E no lírio que causa o delírio da rosa o martírio da alma da rosa que é a flor mais vaidosa e mais prosa entre as flores do nosso Brasil. 

…Abram alas para dália garbosa da cor mais vistosa do grande jardim da existência das flores tão cheias de cores gentis…

 

…E também para a hortência inocente a flor mais contente no azul do seu corpo macio e feliz

 

… satisfeita da vida vem a margarida que é a flor preferida dos que tem paixão… 

 

…E agora é a vez da papoula vermelha a que dá tanto mel pra as abelhas e alegra este mundo tão triste no amor que é do meu coração…
…E agora que temos o bom crisântemo seu nome cantemos em verso e prosa porém que não tem a beleza da rosa…que uma rosa não é só uma flor… é uma rosa, é uma rosa é a mulher rescendendo de amor. (Vinicius de Moraes)

Abraços floridos,
Sejamos Felizes!

Imagens web

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *