Trevos que atraem Sorte!

trevo

 

Dotado de simbologias associadas a sorte, abundância, prosperidade, fecundidade, sucesso, esperança e a fé, o trevo de três folhas tem uma história mística antiga vinculada a aspectos mágicos oriundos de lendas célticas, nas quais os celtas reverenciavam essa planta, por possuírem muitas crenças baseadas nas “Tríades” como por exemplo: o presente, passado e futuro. Historicamente o trevo é também muito valorizado como um símbolo da Irlanda escolhido por um dos padroeiros deste país, St. Patrick para enaltecer a força do Cristianismo através da representação da “Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo”, em suas três folhas.

Encontrado na maioria das regiões temperadas e subtropicais do planeta, o trevo que tem expressado no seu nome científico, Trifolium sp. (tri = três e folium = folha), a característica de produzir comumente, apenas três folhas, pode também, através de uma anomalia, vir a produzir mais folhas, como é o caso do trevo com 4 folhas, tido por muitos como um amuleto de sorte em virtude da sua raridade.

trevo

Por ser muito raro na antiguidade, acreditava-se que a pessoa que encontrasse um trevo de 4 folhas teria a chance de ver fadas e, consequentemente, ter muita sorte na vida. Na mitologia Celta os Druídas, filósofos e conselheiros da sociedade, acreditavam que o trevo de 4 folhas simbolizava a boa fortuna e quem o possuísse passaria a ter a sorte dos deuses e os poderes da floresta.

trevo1

Num capricho da Natureza, a raridade resultante de uma anomalia genética, na qual a planta que deveria ter apenas três folhas, acaba originando uma a mais, fez do trevo de 4 folhas, por ser diferente, uma estrela da sorte.

Devido ao misticismo que transforma esse trevo em uma espécie de amuleto da sorte, foram desenvolvidos estudos para o cultivo de trevos com quatro folhas, através de técnicas de cultivo que a partir da anomalia geraram uma nova planta, para a alegria de muitos que podem encontrar a “sorte” com mais facilidade.

trevos

E, para a sorte de quem acredita, existe ainda uma outra espécie muito parecida com o trevo, a Oxalis tetraphylla, um tipo de planta que possui naturalmente quatro folhas diferindo apenas na coloração mais escura das folhas que apresentam também o centro roxeado, sendo comercializada como um trevo da sorte.

oxalis2

Independentemente da sorte ser lançada a partir das quatro folhas, o número “4” é considerado mágico em muitas culturas por ser associado à vários motivos coincidentemente relevantes pela força simbólica que carregam:

  • São 4 os pontos cardeais;
  • 4 as estações do ano;
  • Também são 4 os elementos alquímicos, terra, ar, fogo e água;
  • 4 são as fases da Lua;
  • Também são 4 as letras do nome de Deus – YHVH, Javé – entre os hebreus;
  • Número também dos evangelistas e dos braços da cruz entre os Cristãos.
E como uma coisa puxa outra, a soma dos 4 primeiros números do algarismo resulta em dez, símbolo de compleitude sagrado para os pitagóricos e, claro, base do sistema decimal, afirma o filósofo e especialista em religiões Mário Sérgio Cortella.
Saiba + sobre as conotações simbólicas atribuídas ao número 4 AQUI.
Deixando de lado o misticismo e as supertições, não são só o trevo de três ou quatro folhas, as únicas plantas da sorte, uma vez que sorte é poder ter a Natureza por perto através das muitas formas e manifestações com as quais ela beneficia nossas vidas.
Abraços,
Sejamos Felizes!
Fontes: Dicionário de símbolos; super.abril.com; Imagens: Web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *