Viver de Verdade!

 

“…Para viver de verdade pensando e repensando a existência, para que ela valha a pena, é preciso ser amado; e amar; e amar-se. Ter esperança, qualquer esperança. Questionar o que nos é imposto, sem rebeldias insensatas, mas sem demasiada sensatez. Saborear o bom, mas aqui e ali enfrentar o ruim. Suportar sem se submeter, aceitar sem se humilhar, entregar-se sem renunciar a si mesmo e à possível dignidade. Sonhar porque se desistirmos disso, apaga-se a última claridade e nada mais valerá a pena. Escapar, na liberdade no pensamento, desse espírito de manada que trabalha obstinadamente para nos enquadrar, seja lá no que for. E que o mínimo que a gente faça seja, a cada momento, o melhor que afinal se conseguiu fazer.” Lya Luft

Os conselhos contidos no texto de Lya Luft, remetem à reflexões sobre valores que reforçam o sentido da vida que só pode ser verdadeira, se tivermos domínio sobre o que nos faz bem ou mal, e sobre o modo como lidamos com as escolhas que fazemos sem deixar de lado a essência que nos faz únicos.

É natural em alguns momentos nos depararmos pensando no sentido da nossa vida, e nesses momentos, torna-se inevitável considerar  sobre o que nos dá a certeza se vivemos de acordo com o que é a nossa verdade, ou seja, de acordo com nossos valores e convicções. É comum nos deixarmos levar pela maré das influências existentes nos contextos que estamos inseridos. Mas só seremos felizes se vivermos em conformidade com nossas verdades…Assim como num jardim, devemos plantar em nossas vidas só aquilo que desejamos colher…

Abraços desejosos que possamos sempre florir nossa existência com sonhos, esperanças e verdades… Sejamos Felizes!

Adicione um pouco de texto ao corpo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *